Sobre línguas

6 jan

O francês e  o italiano sempre levaram a fama de línguas bonitas, sedutoras e tudo mais, enquanto o alemão era uma língua difícil e o inglês com um vocabulário “prático”.

Na verdade não sei se foi sempre assim, mas pra minha geração acredito eu que sim.

Ah, as outras línguas? São outras línguas… Exceto o espanhol, língua que nossos vizinhos falam, portanto, nunca foi considerada uma língua estrangeira, e poucos consideravam necessário estudá-la, pois o bom e velho “portunhol” quebra o galho necessário para as idas ao freeshop e a praia nas férias.

Hoje, meu pensamento sobre línguas mudou muito (ok, preciso assumir que sempre achei o alemão mais sedutor que o italiano). Apesar de ainda achar o francês uma das línguas mais belas que tem, considero o português doce, suave e expressivo, o inglês prático e o espanhol uma língua linda, a qual tenho vontade de ouvir e ouvir, muito semelhante a minha simpatia pelo francês.

O italiano eu detestava, hoje me soa bem aos ouvidos e do alemão eu deixei pra próxima vida.

Ah o inglês é uma língua necessária, prática, direta. Mas o inglês britânico se junta no hall dos tops pra mim. Oh gente que sabe falar bonito.

Essa história toda de línguas é engraçado também porque atualmente temos contato com todas que quisermos e em cada país/região as pessoas falam de um jeito completamente diferente a mesma língua.

Eis a lista dos meus favoritos (não que isso interesse alguém, mas né.):

– francês (minha estupidez no assunto não permite que eu entenda as diferenças)
– inglês britânico
– espanhol (todos os tipos, com preferência pelo Espanhol mesmo
– catalão (acho lindo, mesmo conhecendo bem pouco)
– português (sotaque gaúcho, por favor!)

Todo esse pensamento é unicamente porque adoro música em espanhol, dos nossos hermanos uruguaios e argentinos. Adoro o som deles, o ritmo, o bailado, tudo. Assim como tenho uma paixão inexplicável pelo som do violão espanhol. Meu deus, sou capaz de ficar horas ouvindo, sem uma única letrinha na música, só o instrumental. É, nossos hermanos sabem bem como movimentar o corpo. Não tô menosprezando nosso sambitia, que eu tanto adoro, mas que os hermanos são mais sedutores e charmosos, ah, me desculpem as outras nações, mas eles dão um baile!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: