sobre saudade [qm sabe o n3, ou 4]

11 nov

Se algum dia eu conseguir entender um pouco do que é de fato a saudade, eu conseguirei entender boa parte de mim.

Motivo? Há um tempo atras, um grande amigo meu disse que tinha entendido aquela musica “saudade do que ainda nao vivi”, naquele momento eu ainda não entendia ela, hoje, entendo e muito bem, não só por saudade de muitos momentos maravilhosos que tive, mas sobretudo aqueles momentos que não me permiti, talvez por medo, talvez por receio.

Mas, para falar bem a verdade, acho que a minha  maior saudade é justamente daquilo que me permiti viver por inteiro, por ser eu mesma, nua, quase que literalmente, mas certamente verdadeira, e livre de toda e qualquer convenção que a sociedade me põe todos os dias!

Falando assim, parece mais que vivi um sonho… e quem garante que não foi? Que tudo aquilo, ou tudo isso não passa da imaginação de alguém?

Acho que tá na hora de tirar O Mundo de Sofia da estande.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: